sábado, 20 de noviembre de 2010

Lágrimas Negras (2)

,
Bem, emocionados recebemos postagem de Jacqueline Viúva Negra, amiga do blog (valeu, Jacque), e telefonema da homenageada, Dolores. Precisamos repetir a música.

Agora com o famoso cantor (de frente: sin bailadores) de flamenco Diego Ramón Jiménez Salazar (Madrid, 27/12/1968), ou simplesmente Diego, El Cigala, acompanhado do espetacular cubano Bebo Valdéz (Havana, 09/10/1918), viejo pianista que Marisa Monte e Carlinhos Brow já curtiram, aqui fundindo o ritmo cubano com o flamenco.

Entramos de corpo e alma no flamenco e na Espanha de Dolores.



E já que chegamos a Diego, El Cigala, torna-se obrigatório vermos a sua exuberante passagem por Buenos Aires. En esta tarde gris. (Mariano Mores - Buenos Ayres, 18/02/1918, y José María Contursi, 31/12/1911 - 11/05/1972. Ah, Marianito Mores, ah Contursi.



4 comentarios:

  1. Que tu é comunista já sei, é por isso que não apresenta música dos Estados Unidos, que é o que mais toca nas rádios? Não sei de onde desenterra cada porcaria, não demora vai aparecer com rallabarralla do iraque. Toma vergonha na cara.

    ResponderEliminar
  2. Boa amigo Sal, deste de relho nesse cidadinho brasileiro-americanófilo-de-araque-descerebrado.
    O textozinho chinfrinzinho dele mostra bem o seu nível intelectualóidezinho.
    É por isso que essa merda não progrede, como dizia o saudoso negrão.

    ResponderEliminar
  3. Ah! Ia me esquecendo: puro complexo de vira-latas, como falou - e bem - Nelson Rodrigues.

    ResponderEliminar