sábado, 14 de enero de 2012

Festa no Botequim n'A Charge do Dias

.
Como todos sabemos, Carlito Dulcemano Yanés dá um boi para entrar numa briga (sim, para entrar mesmo), e uma boiada para não sair. Pois bastou tomar conhecimento da encrenca (Aqui) ocorrida no Botequim para tomar "una actitud".

Ontem mesmo começou a se mexer, e hoje bem cedinho deixou um recuerdo na casa do Dr. Bezerra, depois telefonou para o referido, que atendeu rapidinho. Às nove da manhã anunciou ao Terguino Ferro que o mal-entendido estava superado, poderia abrir o buteco sem temor. O Terguino já havia aberto, mas estava com cinco canhões lá dentro, pé calçado na macega.

Então o Botequim do Terguino se transformou num baile já pela manhã. Música alta, aperitivos por "minha conta", iniciados por Lúcio Peregrino, brindes, sorrisos, abraços, todos enchendo a bola da Leiloca, que soube colocar o patife no seu lugar. O churrasco ocorrerá em frente ao buteco, vão espetar lá pelo meio-dia. Mortos que estavam, de saudades do Contralouco, depois que passou a tormenta rezaram todos por ele estar ausente, não ia prestar, não tem a calma de Carlito.

Leiloca decidiu premiar os seus ídolos de ontem, e disse que Marquito Açafrão e Gustavo Moscão hoje poderiam escolher a sua própria obra. Os companheiros uivaram de alegria, e não se fizeram de rogados.

Marquito Açafrão fechou com o Newton Silva, do Jangadeiro Online (Fortaleza, CE).



O Gustavo Moscão disse que não entendeu muito bem, mas escolheu a obra do Sponholz, do Jornal da Manhã (Ponta Grossa, PR). Ele acha tri a boquinha de chupeta. Depois o Lúcio o esclarece, e Gustavo vai ficar muito puto.





Bem, o Botequim do Terguino, pela maioria dos presentes, elegeu a obra do Zop. Diz tudo, sobre o império da escuridão.






A Srta. Leila Ferro, o centro das atenções, ainda magoada com o Bezerra, elegeu a obra do Waldez, do Amazônia Jornal (Belém, PA). 




E os boêmios do Beco do Oitavo desde cedito empinam aquela branquinha de São Chico, bebendo recuerdos, ao som do disco O Canto de Telmo de Lima Freitas. Já compraram a carne para incendiar no Botequim do Terguino daqui a pouco. Facilmente escolheram a charge do Nani.




Y así pasan los dias.
Salito.

2 comentarios:

  1. che faz tempo quero ver esse tal deCarlito, não acrdito seje tudo isso que tu diz. passei nos teus butecos e´nada do bunitão. tu tambem nao aparece. acho que são tudo uns viados

    ResponderEliminar
  2. Ora, Sr. Hans, andou bebendo de novo? Vá chatear outro, hoje não estamos com aquela tolerância toda.
    Claro que o senhor nunca irá ver Carlito, para sorte sua. Mas continue insistindo, talvez numa hora destas ele lhe encontre.

    ResponderEliminar